Passageira é retirada de voo no Pará por se recusar a usar máscara. Veja

Comandante precisou retornar à capital Belém. Uso do equipamento de proteção é obrigatório em aeroportos e a bordo de aviões

atualizado 30/07/2021 19:35

Reprodução

Ao se recusar a usar a máscara de proteção contra a Covid-19, uma mulher acabou sendo retirada do avião e atrasou um voo que saiu de Belém (PA), na madrugada desta sexta-feira (30/7). O caso foi registrado por passageiros, que ficaram indignados com a situação. A informação é do portal G1.

O voo tinha como destino Congonhas, em São Paulo. O comandante da aeronave decidiu retornar à capital do Pará, Belém, cerca de uma hora e meia após ter decolado. O caso foi confirmado pela Polícia Federal.

Veja o vídeo:

Ao chegar novamente ao Aeroporto Internacional de Belém, a passageira foi retirada por policiais federais. Um vídeo mostra o momento em que ela sai da aeronave. Após o registro da ocorrência, a mulher foi liberada.

Além do atraso, passageiros também reclamaram que perderam conexões e disseram que malas foram extraviadas durante o remanejamento para outros voos.

Em nota, a Azul disse que o voo AD4501 partiu na manhã de hoje de Belém com parada em Belo Horizonte, mas retornou ao aeroporto de origem para desembarque de “cliente indisciplinado”. Segundo a companhia, o cliente foi contido e conduzido pela PF e, em seguida, o voo decolou novamente para a capital mineira.

“A companhia lamenta eventuais aborrecimentos ocorridos aos seus clientes e ressalta que medidas como essas são necessárias para conferir a segurança de suas operações”, afirma a nota.

Últimas notícias