metropoles.com

Para PGR, Bolsonaro não cometeu crime em reunião com embaixadores

A subprocuradora-geral da República, Lindôra Araújo, pediu arquivamento de ação que contesta fala de Bolsonaro contra o sistema de votação

atualizado

Compartilhar notícia

Gil Ferreira/Agência CNJ
Lindora-Maria-Araújo
1 de 1 Lindora-Maria-Araújo - Foto: Gil Ferreira/Agência CNJ

Para a Procuradoria-Geral da República (PGR), o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) não cometeu crime em reunião com embaixadores em que atacou as urnas eletrônicas e o sistema de votação. O órgão se manifestou em peça assinada pela número 2 da PGR, Lindôra Araújo (foto em destaque), em ação protocolada por parlamentares opositores ao ex-mandatário nessa quarta-feira (8/3).

A reunião aconteceu em 18 de julho do ano passado, no Palácio da Alvorada, e contou com embaixadores de cerca de 40 países. “Nós queremos, obviamente, estamos lutando para apresentar uma saída para isso tudo. Nós queremos confiança e transparência no sistema eleitoral brasileiro”, declarou Bolsonaro na ocasião. Ele ainda atacou o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O então chefe do Palácio do Planalto repetiu argumentos desmentidos por órgãos oficiais e reiterou que as eleições deveriam ser “limpas” e “transparentes”. Mais uma vez, Bolsonaro não apresentou provas contra o sistema eleitoral. Depois disso, deputados do PT, PSol, PCdoB, PDT, Rede, PSB e PV pediram no Supremo Tribunal Federal (STF) a abertura de uma investigação.

“Conquanto sejam questionáveis política e administrativamente as manifestações do ex-mandatário Jair Messias Bolsonaro, não se divisa de seu conteúdo potencialidade lesiva aos bens jurídicos tutelados pelo Direito Penal hábil a justificar a adoção de iniciativas persecutórias”, escreveu a subprocuradora-geral da República. Lindôra pede o arquivamento da ação.

Leia a íntegra da manifestação da PGR:

PET 10477 – 37-Manifestacao Da Pgr Manifestacao Da Pgr by Metropoles on Scribd

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comNotícias Gerais

Você quer ficar por dentro das notícias mais importantes e receber notificações em tempo real?

Notificações