Pai de jovem que morreu por Covid-19 após receber morfina cobra respostas

Família do estudante pede que o caso seja apurado, pois acredita que ele não recebeu tratamento adequado na unidade de saúde pública

atualizado 03/09/2020 11:33

“Ele só me disse ‘mãe, estou subindo para a UTI’ e foram as últimas palavras que ele falou comigo”. O relato é de uma mãe que busca entender as circunstâncias que levaram o filho a não sobreviver à Covid-19. Andreia de Souza é mãe de Mateus Felippe de Souza, o jovem de 21 anos sem doença preexistente que morreu no Hospital Florianópolis, em Florianópolis, no dia 15 de julho.

Em entrevista, os pais de Mateus disseram que o jovem avisou a mãe que estava sem medicação. “Ele dizia ‘mãe, eu estou aqui e só estou no oxigênio. Eu não estou tomando comprimido, eu não estou tomando soro, eu não estou tomando medicação’, diz Andreia. A ata de reunião realizada entre o Ministério Público e a Secretaria de Saúde do Estado dava conta do uso de morfina para sedar o estudante.

Leia mais em NDMais, parceiro do Metrópoles.

 

Últimas notícias