Padrasto confessa que arrancou cabeça de bebê em trilha

Ele havia mentido que a criança tinha sido roubada por um homem desconhecido

atualizado 15/10/2020 17:00

Arquivo Pessoal

A Polícia Civil paulista decretou, ontem (14/10), a prisão temporária de Diogo da Silva Leite, que confessou ter degolado e matado a enteada de 1 ano e quatro meses, no interior de São Paulo.

A família é moradora de Pindamonhangaba (SP).  Ele saiu com a criança para marcar uma consulta médica para um dos irmãos, na última terça-feira (13/10). Então, se dirigiu de bicicleta ao município vizinho de Taubaté pela rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro. Em uma mata, cometeu o crime.

Leia mais em Topmídia News, parceiro do Metrópoles.

Últimas notícias