*
 

A descoberta de uma ossada em uma sala de aula de uma escola desativada em João Pessoa, na Paraíba, está intrigando as autoridades brasileira. Os ossos foram achados nesta terça-feira (7/11) dentro de gavetas e caixas de papelão por usuários de drogas que frequentam o local abandonado.

O material foi recolhido pelo Instituto de Polícia Científica (IPC) e passará por exames técnicos para saber se os ossos humanos pertencem a mais de uma pessoa.

Segundos os peritos da IPC, a Escola Estadual Pedro Augusto Porto Caminha (Eepac) provavelmente não é local de desova de cadáveres. Por isso, os especialistas suspeitam que a ossada fazia parte dos materiais de estudo dos estudantes quando o colégio estava ativado.

A Eepac está desativada desde 2015, de acordo com a Secretaria da Educação do estado da Paraíba. Após isso, o prédio da escola foi devolvido a uma ordem religiosa, que é a proprietária do edifício.

 

 

COMENTE

ossadaParaíba
comunicar erro à redação