Ossada encontrada em cachoeira do Espírito Santo é de lutador desaparecido

Felippe Gussão desapareceu no dia 12 de abril após entrar em cachoeira de Castelo, cidade que fica no sul do Espírito Santo

atualizado 05/10/2021 17:03

Foto: Reprodução/TV Gazeta

A família do atleta de jiu-jitsu Felippe Gussão, de 32 anos, que desapareceu em abril após entrar em uma cachoeira em Castelo, no Sul do Espírito Santo, confirmou que a ossada encontrada na mesma cachoeira em julho, pertence ao lutador. Informações do portal G1.

O Departamento Médico Legal (DML) de Vitória confirmou o resultado positivo para a família do faixa roxa de jiu-jitsu.

O atleta desapareceu após entrar na Cachoeira do Bambuzal, região de difícil acesso em função da correnteza e grande quantidade de pedras no fundo da água. Mergulhadores do Corpo de Bombeiros da Grande Vitória realizaram as buscas no local.

Desaparecimento 

Felippe se divertia com colegas quando decidiu entrar na cachoeira. Segundo testemunhas, ele foi levado pela correnteza e não foi mais visto.

Por volta de meio-dia de 12 de abril, um vídeo registrou os últimos momentos do atleta. Na gravação, ele aparece se equilibrando em raízes, às margens da cachoeira.

“Ele olhou o local e pulou. Quando ele pulou ele afundou, a gente achou que ele estava brincando, porque ele sempre foi uma pessoa brincalhona. Aí ele subiu meio que rindo de novo, depois ele afundou pela segunda vez e já ficou bastante tempo na água. A gente ficou preocupado”, contou, na época, o professor de jiu-jitsu Rafael Cardoso, que estava com Felippe.

Últimas notícias