Orçamento 2022 confirma R$ 1,7 bi para reajuste da Polícia Federal

Além do aumento de salários, os recursos poderão ser destinados para a criação de uma nova polícia: a Polícia Penal Federal

atualizado 21/12/2021 23:36

Polícia FederalFoto ilustrativa/Matheus Veloso/Especial Metrópoles

O texto do Orçamento 2022 aprovado nesta terça-feira (21/12) pelo Congresso Nacional inclui R$ 1,7 bilhão para reajuste e reestruturação de carreiras de policiais federais no ano eleitoral de 2022. Incluída de última hora, a decisão atende a uma reivindicação do presidente Jair Bolsonaro (PL).

Além do aumento de salários, os recursos poderão ser destinados para a criação de uma nova polícia: a Polícia Penal Federal. De acordo com líderes do Congresso Nacional, os recursos sairão de cortes em emendas de comissão.

A criação de uma nova polícia deve render um aumento para policiais penais que hoje já estão na carreira como agentes, já que a mudança também incluirá novos cargos e benefícios.

Outra mudança feita nesta terça foi no valor do fundão eleitoral. O montante fixado para o chamado Fundo Especial de Financiamento de Campanha foi de R$ 4,9 bilhões, valor menor que os R$ 5,1 bilhões previstos anteriormente. A diferença, R$ 200 milhões, foi destinada à educação, principalmente para universidades e institutos federais.

No início das discussões desta terça, o relator havia proposto que o fundão ficasse em R$ 4,7 bilhões. Já o  salário mínimo ficou em R$ 1.210, acima dos R$ 1.169 sugeridos pelo Poder Executivo.

0

Mais lidas
Últimas notícias