Operador de juiz não temia ser preso na Operação Faroeste

Segundo o próprio revelou em uma ligação captada a partir de um acordo de colaboração premiada, ele era um homem "protegido demais"

atualizado 18/06/2021 12:40

Reprodução / Instagram

Preso acusado de ser um dos operadores do esquema criminoso investigado na Operação Faroeste, Luiz Carlos São Mateus não acreditava que seria envolvido nas investigações da Polícia Federal (PF)

Segundo o próprio revelou em uma ligação captada a partir de um acordo de colaboração premiada, ele era um homem “protegido demais”.

Leia mais em Bahia Notícias, parceiro do Metrópoles.

Últimas notícias