*
 

O Dia Internacional da Mulher entrou na mira dos criminosos que usam o WhatsApp para cometer golpes. Semelhante aos casos anteriores, as vítimas recebem mensagens falsas com links externos e são estimuladas a repassar o conteúdo para seus contatos com a promessa de que irá ganhar um kit de beleza. As informações são da empresa de antivírus Kaspersky Lab.

Quando a vítima clica no link indicado, é redirecionada para um site falso repleto de propagandas, que são usadas pelos criminosos para faturar com o golpe. A Kaspersky Lab alerta que em alguns casos os golpistas pedem ainda que os usuários instalem um aplicativo contendo vírus e que o kit de beleza prometido na verdade não existe.

Para evitar que seu aparelho seja contaminado é possível adotar algumas práticas de segurança. A primeira delas é desconfiar de links recebidos, mesmo que tenha sido enviado por um amigo ou parente. Para isso, confirme no site oficial da empresa que supostamente está enviando a informação.

Outro cuidado é ter atenção redobrada e não clicar em e-mails suspeitos, banners ou sites desconhecidos. Especialistas afirmam que em casos de banco online ou lojas de varejo, o usuário precisa digital manualmente o endereço digital ao invés de clicar em um link enviado.

Golpes. Essa não é a primeira vez que os criminosos usam datas importantes para cometer golpes cibernéticos pelo WhatsApp. No ano passado, houve golpes de promessas de 14º salários, cupom de descontos na rede O Boticário e que prometia máquina da Nespresso.