Negro e gay, candidato ao Mister Brasil é vítima de ataques e desabafa

Max Souza é casado com o prefeito de Lins (SP), Edgar de Souza, e sofre com os ataques na internet

DivulgaçãoDivulgação

atualizado 23/04/2019 15:13

Casado com o prefeito de Lins (SP), Max Souza, 24 anos, vem sofrendo ataques pelas redes sociais. Prestes a concorrer ao Mister Brasil e quebrar todas as barreiras da competição, o paulista precisou lidar com opiniões assustadoras na internet.

Ao anunciar a vitória e falar sobre bullying no Instagram, Max desabafou: “Tive muitos comentários positivos, me parabenizando com a vitória e sou grato por isso. Mas, infelizmente, um deles foi muito ofensivo, um comentário cheio de ódio, cheio de preconceito apenas por causa da minha cor”.

Disparates como “Deveria voltar para a Senzala” e “Viadinho” foram analisados pelo modelo, que decidiu processar um dos internautas. “Isso é inadmissível, mas, como fala meu companheiro, melhor guardar apenas o que de bom falam”, disse.

Deixando o triste episódio de lado, Max sonha em se tornar ativista gay. Ele pretende trilhar caminho como modelo, fazer história no Mister Brasil e ser um dos primeiros negros a vencer a disputa.

Últimas notícias