*
 

Depois de ter feito posts nas redes sociais contra a TV Globo, descobriu-se que o suposto namorado de Fátima Bernardes, o advogado Túlio Gadêlha, recebeu doação de uma empresa investigada pela Operação Lava Jato.

Segundo o site F5, consta na prestação de contas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a doação de R$ 50 mil da empreiteira Carioca Christiani-Nielsen Engenharia nas eleições de 2014. Naquele ano, Gadêlha concorreu ao cargo de deputado federal, mas não foi eleito.

 

A empreiteira é citada na Lava Jato em vários momentos, como no pagamento de propina para as obras do Arco Metropolitano e na construção da Linha-4 do Metrô do Rio de Janeiro.

 

 

COMENTE

Fátima BernardesTúlio Gadêlha
comunicar erro à redação