Municípios de SP terão vacinação infantil em escolas de 19 a 25/2

Governo anunciou estratégia para acelerar imunização de crianças, mas prefeituras precisam aderir. Pais devem autorizar por escrito

atualizado 16/02/2022 14:20

Estudantes acompanhados dos paisFábio Vieira/Metrópoles

São Paulo – O governo estadual de São Paulo anunciou nesta quarta (16/2) que fará vacinação de crianças e adolescentes contra a Covid-19 em escolas municipais, estaduais e privadas de todo o estado entre 19 e 25 de fevereiro.

A ideia é acelerar a imunização destes grupos, já que o estado planejava aplicar a primeira dose em todas as crianças de 5 a 11 anos até 10/2. Hoje, foram vacinados 60% deste público.

Para esta busca ativa funcionar, entretanto, é necessária a adesão dos municípios, que definirão suas estratégias locais. Não será necessária a presença dos pais ou responsáveis na hora da vacinação, mas será necessária a assinatura de um termo de concordância que deve ser entregue pelas escolas às equipes de saúde.

Não foi informado quais municípios já aderiram. A capital, entretanto, havia confirmado na última terça (15/2) que irá adotar a busca ativa em escolas a partir da próxima segunda (21/2) em suas escolas municipais.

A coordenadora do Programa Estadual de Imunização, Regiane de Paula, informou ainda que há 1 milhão de adolescentes que estão no ensino médio que não tomaram a segunda dose da vacina.

“Seria muito importante essa estratégia conjunta para vacinar esse público”, afirmou. “Os postos volantes podem ser tanto em escolas estaduais, municipais e privadas. Os municípios vão definir sua melhor estratégia.”

Mais lidas
Últimas notícias