Municípios de SC podem ir ao STF por vacina sem aval da Anvisa

Houve uma reunião dos catarinenses com o Fundo Russo na última quinta (1º/4) onde foi aprovada a venda para as prefeituras interessadas

atualizado 05/04/2021 17:03

IFA da Sputnik V produzido no BrasilDivulgação/Davi Rosa

Os municípios catarinenses podem recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF) para garantir a compra da vacina Sputnik. A Federação Catarinense de Municípios (Fecam) deve receber nesta semana o contrato de compra dos imunizantes para 1,7 milhão de pessoas no estado por cerca de R$ 200 milhões.

Houve uma reunião dos catarinenses com o Fundo Russo na última quinta-feira (1º/4) onde foi aprovada a venda para as prefeituras catarinenses interessadas, segundo a Fecam.

Leia mais em NSC Total, parceiro do Metrópoles.

Últimas notícias