Mulher instala app espião no celular do marido: “Ouvi a relação”

A prática, apesar de ter aumentado nos últimos anos, pode ser considerada crime de invasão de dispositivo informático

atualizado 03/02/2020 16:54

reprodução/ TV Globo

Uma mulher que instalou um aplicativo espião no celular do parceiro relatou, em entrevista ao Fantástico, da TV Globo, que foi possível ouvir e ver a relação sexual do marido com a amante. O app, cada vez mais comum de acordo com a reportagem, capta imagens por meio do telefone da pessoa sem que ela saiba que está sendo monitorada.

“Ouvia uma relação sexual. Escutava barulho de beijo, barulho de pegar, mão, apalpar”, relatou a mulher, que não quis ser identificada.

Segundo a reportagem, no Brasil as tentativas de instalação de programas espiões em celulares cresceram 228% no ano passado. Muitos desses programas, cada vez mais sofisticados, são criados por detetives particulares, que instalam o app no telefone do cliente.

“Tudo que ele mexia no celular, WhatsApp, nudes, fotos, eu falava assim: ‘Quero saber onde ele está agora’. Clicava, aparecia onde ele estava, o lugar que ele estava”, contou a mulher.

A instalação desses aplicativos, porém, pode ser considerada crime de invasão de dispositivo informático. A pena é de 3 meses a 1 ano de detenção.

Últimas notícias