Mulher é agredida ao cobrar motorista que parou em vaga de deficiente

Vítima estava com o marido, que é deficiente físico, e a suspeita não teria nenhuma necessidade especial

atualizado 11/12/2020 14:02

Leonardo Arruda/Metrópoles

Uma mulher de 54 anos foi agredida nessa quinta-feira (10/12) no estacionamento de um shopping de Várzea Grande (MT), na região metropolitana de Cuiabá, ao cobrar a Identificação de Deficiente de uma motorista que estava parada na vaga reservada para portadores de necessidades especiais.

O caso aconteceu pouco depois das 13 horas. Segundo a vítima, ela chegou ao local com a filha e o marido, que é portador de necessidades especiais, e não encontrou nenhuma vaga prioritária para estacionar o carro.

Leia mais em O Livre, parceiro do Metrópoles.

Mais lidas
Últimas notícias