Mulher denuncia ter sofrido assédio em trem de SP: “Ninguém fez nada”

Larissa Gregório aparece chorando em vídeo para relatar que um homem fez e compartilhou fotos dela e de uma amiga na Linha 11 Coral da CPTM

atualizado 13/04/2022 14:32

Mulher denuncia ter sofrido assédio em trem de SPReprodução

São Paulo – Larissa Gregório publicou um vídeo, em que aparece chorando, para denunciar ter sofrido assédio, na segunda-feira (11/4), em um trem da Linha 11 Coral da CPTM, em São Paulo. Ela disse que após embarcar na estação Luz, um homem tirou e compartilhou fotos dela e da amiga Julia Neves Rubini.

“Quem for da zona leste, que pegue trem na Luz e puder repostar a foto dele. Eu estou muito nervosa, porque a gente falou com ele lá na hora, eu vi que ele estava mandando foto. A gente falou e ninguém fez nada”, disse Larissa.

Veja o vídeo que viralizou:

A mulher também compartilhou fotos do suposto assediador e do celular dele, mas não conseguiu identificar o homem.

“Simplesmente ódio. Se vocês puderem repostar a imagem, porque é simplesmente muito constrangedor. As pessoas ficam olhando para você para ver se você está falando a verdade, se você está mentindo”, continuou falando sobre o caso.

Publicidade do parceiro Metrópoles
0

Disque denúncia não funcionou

Após a repercussão do vídeo, Julia publicou um texto nos stories do Instagram afirmando que ela e a amiga estão bem apesar de “toda a revolta e indignação”.

A jovem relatou ainda que no momento do assédio elas tentaram usar o disque denúncia da CPTM, mas o canal de comunicação não funcionou.

Ao CPTM informou ao Metrópoles que acionou a gerência de segurança assim que recebeu as imagens por meio das redes sociais para tentar identificar o autor, pois não houve uma denúncia imediata.
“A CPTM incentiva que as vítimas e testemunhas de abuso sexual procurem imediatamente um colaborador da companhia para que as devidas providências sejam tomadas”, disse a companhia em nota.

Repercussão

Larissa também voltou a falar do assédio após o post ter viralizado. “Eu e a Julia estávamos simplesmente conversando e comecei a notar que ele estava prestando atenção na nossa conversa e foi quando eu vi que ele estava tirando fotos fazendo vídeos”, detalhou a jovem.

Ela também comentou sobre a sua reação: “Tirei foto, bati no celular dele, discuti com ele e não adiantou de nada. Ninguém ao redor se prontificou”.

Mais lidas
Últimas notícias