“Muito medo”, desabafou turista esquecida em roda-gigante

Um casal estava no alto da roda gigante, que tem 65 metros de altura, quando viram funcionários apagarem as luzes e irem embora

atualizado 19/05/2021 9:43

Roda-gigante em Balneário CamboriúHildo Junior/Divulgação Big Wheel

Os turistas paranaenses Beatriz de Pádua, 46 anos, e Diefferson Emanuel, 33, chegaram a pensar que haviam ganhado um “bônus” quando a porta da cabine que ocupavam na roda gigante de Balneário Camboriú não abriu após o término do passeio. Os dois não demoraram a descobrir que haviam sido ‘esquecidos’ na atração na noite de terça-feira (11/5). “Foi o pior bônus da vida”, disse Beatriz ao NSC Total.

Os dois amigos só descobriram que estavam ‘presos’ depois que roda gigante parou, as luzes da cabine apagaram e eles perceberam que os funcionários estavam indo embora. A cabine já estava na parte alta da atração, que tem 65 metros de altura, e a dupla se apavorou.

Leia a matéria completa no site NSC Total, parceiro do Metrópoles.

Últimas notícias