Morre em São Paulo a promoter Alicinha Cavalcanti, aos 58 anos

Promoter lutava contra Afasia Progressiva Primária (APP), doença rara em que há perda progressiva e predominante da linguagem

atualizado 02/08/2021 17:17

Alicinha Cavalcanti, promoterReprodução/Instagram

Morreu, nesta segunda-feira (2), Alicinha Cavalcanti, uma das maiores promoters do país, aos 58 anos, em São Paulo. Ela era portadora de Afasia Progressiva Primária (APP), uma doença rara em que há perda progressiva e predominante da linguagem.

De acordo com a revista Marie Claire, ela estava afastada das atividades desde 2017, quando foi diagnosticada com a doença, e era acompanhada por uma equipe médica 24 horas por dia.

Alicinha não reconhecia mais amigos, que, neste ano, chegaram a criar uma campanha de arrecadação para ajudar no tratamento da promoter.

Amigos e admiradores de Alicinha Cavalcanti fizeram homenagens nas redes sociais.

Famosos lamentam morte de Alicinha Cavalcanti
Famosos lamentam morte de Alicinha Cavalcanti

 

Mais lidas
Últimas notícias