Montezano: BNDES gastou R$ 45 mi em investigação de contratos com JBS

De acordo com ele, as investigações devem ser concluídas em breve e evitou dar detalhes sobre elas

DivulgaçãoDivulgação

atualizado 27/08/2019 17:51

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Gustavo Montezano, afirmou nesta terça-feira (27/08/2019) em reunião da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que a instituição gastou R$ 45 milhões com a investigação, em curso, sobre os contratos assinados pelo banco com a JBS em anos passados.

De acordo com ele, as investigações devem ser concluídas em breve e evitou dar detalhes sobre elas.

O presidente do BNDES afirmou ainda que o banco tem como uma de suas principais metas para este ano explicar a sua “caixa-preta” para a população.

“Como gestor tenho duas missões: formar minha opinião sobre o tema e recuperar a credibilidade, e ela passa por transparência, comunicação e explicação do que aconteceu”, disse. Ele participa da reunião da CPI do BNDES da Câmara nesta tarde.

De acordo com ele, “enquanto essa nuvem cinza pairar sobre o banco”, qualquer estratégia de negócios vai ser dificultada. “A CPI acaba ajudando a dar transparência para o banco”, afirmou.

Últimas notícias