Ministro do Turismo ameaça dar um soco em apoiador de Bolsonaro

Os políticos se preparavam para embarcar no voo LATAM 3845, de Brasília a Belo Horizonte, quando o desentendimento aconteceu

atualizado 30/03/2019 16:15

Reprodução / Facebook

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, se envolveu em uma confusão com antigo desafeto e líder do apoio a Bolsonaro em Minas Gerais, Michel Neves Winter, na última quinta-feira (28/3). Segundo informações do jornal O Globo, os políticos se preparavam para embarcar no voo LATAM 3845, de Brasília a Belo Horizonte, quando o desentendimento aconteceu.

De acordo com a publicação, o ministro xingou o adversário de “bosta”, além de ameaçar dar um soco no rival. Como réplica, foi chamado de “oportunista” por Winter, em referência às investigações da Polícia Federal e do Ministério Público sobre o envolvimento de Álvaro Antônio com candidaturas laranjas.

Alguns passageiros disseram que a confusão aconteceu durante o embarque, no acesso à aeronave. Ainda segundo as testemunhas, um funcionário da companhia precisou intervir e ameaçou chamar a Polícia Federal para retirá-los do voo para que o bate-boca tivesse fim. Os dois políticos se acomodaram em áreas isoladas do avião e não houve registro de novos confrontos até o destino.

À colunista Bela Megale, Winter criticou ainda mais o ministro de Bolsonaro. “Ele me abordou e me difamou, me chamando de “bosta”. Ele vai ter que explicar o que quis dizer com isso. Diferentemente dele, não sou acusado de nada, não sou filiado ao partido dele, nem culpa tenho no que aconteceu. Fui líder da campanha independente do Bolsonaro em Minas. Ao me denegrir, ele ameaçou a todos bolsonarianos”, afirmou.

 

0

Últimas notícias