Ministério da Saúde distribui 9,1 milhões de doses de vacina nesta quinta

Além da entrega nesta quinta-feira, está previsto o envio de outras 2 milhões de doses no fim de semana

atualizado 01/04/2021 10:42

Vacinação na Unieuro, em Águas ClarasRafaela Felicciano/Metrópoles

O Ministério da Saúde enviará, nesta semana, aos estados brasileiros e ao Distrito Federal cerca de 11 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19. Esta é a maior quantidade distribuída, de uma única vez, desde o início da campanha nacional de imunização.

Segundo a pasta, será enviada para todo o Brasil, nesta quinta-feira (1º/4), uma remessa de 9.128.000 de doses – 8,4 milhões da Coronavac, produzidas pelo Instituto Butantan, e 728 mil da AstraZeneca/Oxford, fabricadas na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Além disso, está prevista a chegada, no próximo sábado (3/4), de 2,1 milhões de unidades da AstraZeneca, totalizando mais de 11 milhões.

As doses serão destinadas para trabalhadores da saúde e para idosos de 65 a 79 anos, de acordo com o informe da Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS). Também foi adiantada a vacinação de parte dos profissionais da força de segurança e salvamento e das Forças Armadas, categorias que atuam na linha de frente de combate à pandemia.

Parte dos imunizantes também será destinada à aplicação da segunda dose em trabalhadores da saúde e idosos entre 70 e 79 anos.

Nesta quarta-feira (31/3), em reunião extraordinária da diretoria colegiada, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) decidiu aprovar o uso emergencial da vacina da Janssen. A fórmula da Johnson & Johnson apresenta eficácia de 85% contra casos graves nos ensaios clínicos e é a única desenvolvida até aqui que é aplicada em uma só dose.

No começo do mês de março, o Ministério da Saúde publicou, em edição extra do Diário Oficial da União (DOU), avisos de dispensa de licitação para aquisição de 38 milhões de doses da vacina da Janssen contra a Covid-19. Os imunizantes devem ser entregues até dezembro de 2021.

Últimas notícias