BH: menino de 7 anos feito refém há 15h tem autismo e epilepsia

Leandro Mendes, 39 anos, mantém criança e amigo da ex sob a mira de um revólver em bairro de Belo Horizonte, a capital mineira

atualizado 22/09/2022 9:45

Homem faz enteado refém em BH Reprodução/TV Globo

O menino de 7 anos feito refém pelo ex-padrasto no bairro Parque São João, na região Norte de Belo Horizonte, tem autismo e sofre de epilepsia, segundo familiares informaram à imprensa local. Parentes estão preocupados com a possibilidade de a criança não ter tomado os remédios em meio ao sequestro que já dura mais de 15 horas. O suspeito diz que só sai da residência morto.

O homem invadiu a casa às 18h dessa quarta-feira (21/9). A mulher, de 25 anos, mãe da criança, conseguiu escapar com a ajuda de um vizinho. Quanto o ex chegou ao local, ela estava acompanhada de um amigo da família, de 23 anos. O rapaz foi rendido por Leandro Mendes, 39 anos, e está sob a mira de um revólver com o menino.

Policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) negociam a liberação das vítimas. O entorno da casa está cercado para evitar uma eventual fuga do suspeito.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
0

O casal, que são primos, teria se separado há dois anos. O homem, porém, não aceita o fim do relacionamento, segundo testemunhas. Ele tem passagem pela polícia por matar uma outra ex-companheira e estaria em liberdade condicional.

A família das vítimas vive momentos de tensão desde a noite de quarta. “É angustiante, o tempo vai passando e não recebemos nenhuma notícia. Só quero ver meu filho”, disse Daniela Félix, de 43 anos, mãe do homem mantido refém com a criança, segundo reportagem de O Tempo.

O pai do menino, que estava trabalhando no momento em que o homem invadiu casa, contou à imprensa local que recebeu um telefonema da mãe da criança. Ela estava desesperada. “Vim correndo. A única notícia que eu tenho aqui é que o padrasto está ameaçando, que se (alguém) entrasse lá ia matar todo mundo”, contou o motorista Sidney Xavier.

Mais lidas
Últimas notícias