Instituto Onça-Pintada se diz “surpreso” com multas do Ibama

ONG foi multada em R$ 452 mil após a morte de 72 animais, nos últimos sete anos, por supostas negligência ou imperícia

atualizado 22/08/2022 12:48

Reprodução/ Redes sociais

O Instituto Onça-Pintada (IOP) afirmou ter recebido com “surpresa” as multas aplicadas pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) após a morte de 72 animais, nos últimos sete anos, por supostas negligência ou imperícia da ONG. O instituto foi multado em R$ 452 mil, como revelou o Metrópoles nesse domingo (21/8).

“Foi com surpresa que recebemos as aplicações de multas no mês de junho por um fiscal do Ibama, que nunca esteve presencialmente nas nossas instalações. Já apresentamos nossa defesa ao Ibama e estamos confiantes na reversão das sanções. Com os embargos fixados pelo fiscal, as atividades do instituto serão prejudicadas”, afirmou o IOP, em nota à reportagem. (Leia a íntegra no fim desta matéria).

Onça da novela Pantanal nasceu em ONG multada por negligência

Segundo o Ibama, onças, antas, veados, pássaros, lobos e macacos morreram envenenados, predados por animais silvestres, picados por serpentes ou espancados por similares. Do total, 52 são espécies ameaçadas de extinção.

Além dos 72 óbitos por negligência ou imperícia, outros 53 animais morreram no criadouro desde 2017. O número de mortes supera em três vezes o de nascimentos.

“Considerando tratar-se de um criadouro de fauna silvestre para fins de conservação, pode-se afirmar que não tem atingido seu objetivo possuindo um saldo negativo, ou seja, mata mais animais que nascimentos no criadouro”, diz o Ibama.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
0

O órgão ambiental também decidiu, ao visar a segurança dos animais, que o Instituto Onça-Pintada seja embargado para as atividades de visitação, recebimento, destinação, alienação (a qualquer justificativa) e reprodução de espécimes até a apresentação de projetos de conservação adequados.

Confira a nota do IOP:

“O Instituto Onça-Pintada (IOP) é uma organização não-governamental, criada em 2002, por nós, biólogos Dr. Leandro Silveira e Dra. Anah Tereza de Almeida Jácomo, que sempre dedicamos nossas vidas à conservação da onça-pintada. Também desenvolvemos pesquisa científica nos cinco Biomas brasileiros (Amazônia, Cerrado, Caatinga, Pantanal e Mata Atlântica).

Somos amplamente reconhecidos pelas boas práticas no manejo e cuidados com os animais sob nossa responsabilidade. Sempre adotamos todas as medidas necessárias para a segurança dos animais. Inclusive recebemos animais do Ibama para recuperação e tratamento.

Dessa forma, foi com surpresa que recebemos as aplicações de multas no mês de junho por um fiscal do Ibama, que nunca esteve presencialmente nas nossas instalações. Já apresentamos nossa defesa ao Ibama e estamos confiantes na reversão das sanções. Com os embargos fixados pelo fiscal, as atividades do instituto serão prejudicadas. Convidamos, inclusive, o Metrópoles a visitar nossas instalações e comprovarem a seriedade e zelo com que o nosso trabalho é executado.”

Mais lidas
Últimas notícias