Megaoperação prende 89 suspeitos de homicídio em cidades de Goiás

Regionais da Polícia Civil de Posse, Formosa e Rio Verde lideram o ranking de mandados de prisão cumpridos, além da delegacia de Goiânia

atualizado 01/03/2021 12:58

operação homicídio Polícia Civil GoiásDivulgação: Ascom/Polícia Civil Goiás

Goiânia – Megaoperação da Polícia Civil de Goiás prendeu 89 suspeitos de praticar homicídios em diversas regiões do estado. A ação durou cinco dias. O delegado Rilmo Braga, gerente de planejamento operacional da corporação, disse, nesta segunda-feira (1º/3), que os mandados de prisão foram cumpridos imediatamente, ao longo da última semana.

De acordo com a Polícia Civil, cerca de 50 dos presos eram fugitivos de longa data que tinham procurado abrigo no interior do estado por acreditar que assim estariam livres dos braços da polícia e da justiça.

Batizada de Anubis I, em alusão ao nome do deus dos mortos na mitologia egípcia, a megaoperação é a primeira do programa Goiás de Resultados, no âmbito da Polícia Civil. De acordo com o governo, a meta é aumentar o índice de elucidação dos crimes dolosos contra a vida em todo o estado.

De acordo com o delegado, a prisão dos suspeitos “representará, evidentemente, uma queda no índice de crimes violentos na sociedade goiana, bem como propiciará a conclusão de diversos inquéritos policiais em andamento”. Ele não detalhou quantos inquéritos policiais estão abertos no estado.

Ranking

A Polícia Civil informou que, separadamente, as regionais com maiores quantidades de mandados de prisão cumpridos são as de Posse (15), Formosa (9) e Rio Verde (8), além da Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios (DIH), em Goiânia (8).

0

A megaoperação foi coordenada pela Gerência de Planejamento Operacional e teve como objetivo imediato o cumprimento de mandados de prisão, na tentativa de aumentar a resolutividade dos crimes de homicídio doloso. A polícia não informou a quantidade de mandados de prisão em aberto no estado.

Estatísticas

Nos últimos três anos, Goiás registrou 5.281 homicídios, de acordo com dados da Secretaria Estadual de Segurança Pública (SSP). Só em 2020, foram 1.509 casos, o que representa queda de 9% em relação ao número de homicídios de 2019 (1.662) e de 28% se comparados ao de 2018 (2.110).

Por outro lado, as tentativas de homicídio somaram 6.077 registros, nos últimos três anos. Em 2020, foram 1.865, o equivale a uma queda de 10% em relação ao total de 2019 (2.082) e de 12% se comparados ao de 2018 (2.130).

Últimas notícias