Médium é procurado por morte de duas pessoas após cirurgia espiritual

Ele é identificado pelas vítimas como Antônio e se apresentava como um médium que trabalha em centro espírita de cidade goiana

atualizado 04/01/2019 13:15

Reprodução/GloboPlay/BATV

Um homem está sendo procurado pela polícia pelas consequências de supostas cirurgias espirituais realizadas na cidade de Barreiras, no oeste da Bahia. De acordo com a Polícia Civil, ele pode ser indiciado por homicídio culposo por provocar a morte de duas pessoas e lesões a uma terceira.

Ele é identificado pelas vítimas como Antônio e se apresentava como um médium que trabalha em centro espírita na cidade de Aparecida de Goiânia (GO).

De acordo com o perfil traçado pela polícia, Antônio realizava os procedimentos em uma chácara na zona rural, que agora está fechada. Ele costumava viajar para Barreiras todo mês para os atendimentos, mas ninguém tem notícias do homem desde novembro de 2018.

O inquérito policial sobre o caso, aberto no dia 6 de dezembro de 2018, revelou que Antônio, além de cobrar pelos procedimentos, atendia mais de 500 pessoas por dia, inclusive de outros estados. Segundo investigação, ele utilizava um objeto perfurocortante, semelhante a um bisturi.

Uma das vítimas teria tomado um remédio manipulado por ele, depois de ser perfurada no abdômen, e passado mal. Morreu com uma infecção generalizada, um mês após o procedimento.

Reprodução/TV Oeste
Vanderluce morreu após complicações na suposta cirurgia com o médium

 

Reprodução/GloboPlay/BATV
Antônio receitava e vendia remédios aos seus pacientes

 

 

Últimas notícias