Marconi Perillo é condenado por caixa 2 na campanha eleitoral de 2006

Político terá de prestar serviços comunitários, além de pagar R$ 18 mil. Decisão ainda cabe recurso

atualizado 30/10/2020 10:37

Reprodução

O ex-governador Marconi Perillo (PSDB) foi condenado por usar caixa 2 na campanha eleitoral de 2006. A sentença proferida em 1ª instância pelo juiz eleitoral Wilson da Silva Dias, da 133ª Zona Eleitoral, determinou que o político preste serviços comunitários e pague o valor de R$ 18 mil. O tucano foi absolvido dos crimes de peculato, associação criminosa e fraude processual. Decisão cabe recurso.

A pena inicial de Perillo era de 1 ano e 8 meses de prisão em regime aberto. No entanto, houve substituição e o político terá de prestar serviços comunitários durante 1h por dia pelo prazo da condenação. Ele também terá de pagar R$ 14 mil e R$ 4,2 mil de multa.

Leia mais em Mais Goiás, parceiro do Metrópoles.

Últimas notícias