*
 

Um manobrista do Bar Brahma, tradicional estabelecimento da cidade de São Paulo, foi preso preventivamente após provocar acidente que matou um jornalista e deixou outras três pessoas feridas na madrugada deste domingo (5/11).

Renato Santos Bosco, 28 anos, admitiu à polícia ter ingerido duas latas de cerveja enquanto trabalhava para um valet que presta serviço de estacionamento de carros a clientes do bar, localizado na parte central da capital paulista.

De acordo com a polícia, o manobrista dirigia um Range Rover Evoque de um dos clientes a cerca de 80km/h. Ao entrar na Rua Conselheiro Nébias, o carro de luxo colidiu em um Chevrolet Onix, que fazia serviço de Uber.

Thyago Gadelha Chaves (foto em destaque), 36 anos, morreu com o impacto. O manobrista e os passageiros do Uber foram socorridos e encaminhados para hospitais da região.

Policiais civis disseram que os dois veículos ficaram muito danificados. O manobrista será indiciado por homicídio, tentativa de homicídio e embriaguez ao volante.

 

 

COMENTE

comunicar erro à redação

Leia mais: Brasil