Manaus e Araguaína têm aglomeração nas ruas e comércio aberto

Mesmo com o decreto para isolamento, ambas as cidades registram fluxo intenso de pessoas e abertura de serviços não essenciais

atualizado 03/04/2020 18:46

Mesmo após o decreto publicado no Diário Oficial que restringiu a abertura de comércios de serviços não essenciais em algumas cidades, por conta do coronavírus, é possível ver o descumprimento da medida por parte da população de algumas cidades. De acordo com informações do G1, Manaus (AM) e Araguaína (TO) registram grande fluxo de pessoas nas ruas.

Na avenida Autaz Mirim, na zona leste da capital do Amazonas, pessoas estavam em uma fila – sem obedecer às recomendações de segurança – para pagar contas em uma casa lotérica da região. Na zona oeste da cidade também foram constatados comércios não essenciais abertos e uma grande movimentação nas ruas, inclusive de pessoas idosas.

As avenidas do centro de Araguaína, cidade cuja população é de 150 mil habitantes, estavam lotadas nesta sexta-feira (03/04), e não havia nenhum tipo de fiscalização para impedir a aglomeração de pessoas na rua.

A Justiça havia dado um prazo de 24 h para o cumprimento da decisão, mas o prefeito Ronaldo Dimas afirmou que vai recorrer.

As medidas de isolamento são indicadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para retardar a transmissão do vírus no mundo. No Brasil, já são registrados mais de nove mil casos e 359 óbitos.

Últimas notícias