Vídeo: Mamãe Falei e Kataguiri invadem hospital de São Paulo

Os parlamentares informaram que fizeram uma "fiscalização surpresa" na unidade; Governo de São Paulo repudia a ação

atualizado 17/04/2021 18:49

Mamãe Falei e Kim Kataguiri invadem hospital em SPReprodução/YouTube

São Paulo – Os deputados estaduais Arthur do Val (Patriota), o Mamãe Falei, Ricardo Mellão (Novo) e o deputado federal Kim Kataguiri (Democratas) invadiram, na tarde de sexta-feira (16/4), o Hospital Geral de Guarulhos, na Grande São Paulo, durante uma “fiscalização surpresa”.

Os parlamentares chegaram à unidade, que trata pacientes com Covid-19, por volta das 15h50. Imagens da câmera de segurança captaram a entrada dos políticos, seguidos por assistentes que filmaram a ação em meio a profissionais e pacientes

Assista ao vídeo:

Até sexta, o Hospital de Guarulhos tinha 60 pacientes internados com quadros graves da Covid-19, sendo 27 em enfermaria e 33 em unidade de terapia intensiva (UTI), segundo a Secretaria da Saúde de São Paulo.

Em nota, a secretaria lamentou a ação e acusou os parlamentares de promover aglomeração na unidade hospitalar. De acordo com a pasta, as autoridades “deveriam ser exemplo e zelar pela segurança de todos.”

“A Secretaria de Estado da Saúde lamenta a postura dos parlamentares que invadiram na tarde desta sexta-feira (16) o Hospital Geral de Guarulhos, colocando em risco pacientes e profissionais de saúde ao promover aglomeração e circular por áreas restritas para atendimento à população, em especial casos graves da Covid-19”, informa, em nota.

Mamãe Falei, Kataguiri e Mellão se defendem

Nas redes sociais, Mamãe Falei se defendeu e disse que fez uma fiscalização no Hospital Geral de Guarulhos, que recebeu emendas do parlamentar.

Em vídeo, o deputado do Patriota declarou que os profissionais “resistiram em algum momento”, mas, depois, acompanharam os deputados. Inclusive, garante que o diretor-geral da unidade de saúde acompanhou a fiscalização.

Mamãe Falei acrescentou que não visitou leitos para tratamento da Covid-19.“Em nenhum momento, quero deixar bem claro, usamos de grosseria ou violência. A gente simplesmente pediu a permissão para entrar, falaram ‘para segurar um pouquinho’. A gente não pode esperar, viemos fazer uma fiscalização surpresa.”

O deputado Kim Kataguiri alegou que a Secretaria da Saúde mentiu sobre a ação. “É bizarro que, no meio de uma pandemia, a pasta dedique seu tempo para espalhar mentiras na internet.”

Já Ricardo Mellão disse que “em nenhum momento” teve a intenção de invadir a ala de Covid. “Minha agenda era voltada ao acompanhamento de projetos importantes no combate à Covid-19 e segui, junto a outros parlamentares, para uma visita de fiscalização acompanhada pelos profissionais locais”, afirmou.

“A visita se restringiu a conferir o prontuário de presença dos médicos, o atendimento à população e os itens do almoxarifado. Tenho como rotina de trabalho como deputado fiscalizar equipamentos públicos, como já fiz em diversas ocasiões. Entendo que visitas surpresa geram desconforto, peço desculpas pelo mal-entendido, faço um elogio ao trabalho dos profissionais do hospital e lamento a forma como o episódio foi tratado pela Secretaria da Saúde”, concluiu Mellão.

Mais lidas
Últimas notícias