Maksoud Plaza, hotel icônico de SP desde 1979, suspende atividades

Dívidas herdadas de holding já passam de R$ 100 milhões. Não há previsão de retorno dos serviços do hotel

atualizado 06/12/2021 20:07

Hotel Maksoud Plaza, em São PauloReprodução/Instagram

O hotel Maksoud Plaza, tradicional hospedagem na região da Avenida Paulista em São Paulo, suspendeu as reservas em meio a um processo de recuperação judicial, iniciado em setembro do ano passado. A informação foi divulgada pela Veja São Paulo e confirmada pelo Metrópoles.

A partir dessa terça-feira (7/12), clientes não poderão mais garantir um quarto no endereço, que já abrigou ícones da música, como Frank Sinatra, cantor e compositor; Ray Charles, cantor e pianista; e Axl Rose, vocalista da banda Guns N’ Roses. Nomes da política internacional, a exemplo de Margareth Thatcher, ex-primeira-ministra da Inglaterra, também se hospedaram por lá.

0

Fundado em 1979 e em meio a diversas batalhas judiciais – inclusive envolvendo membros da família fundadora -, o Maksoud Plaza acumulou dívidas da Hidroservice, a holding que construiu o hotel. Com isso, a empresa precisou usar o lucro de reservas e serviços para pagar o valor pendente, que já passa de R$ 100 milhões.

Sem recursos, a saída foi uma “medida emergencial”. Não há previsão de retorno das atividades do hotel.

Mais lidas
Últimas notícias