Mãe que entregou criança para adoção ilegal na Alemanha é alvo da PF

Mulher é alvo de mandado de busca e apreensão no bairro de Anchieta, no Rio de Janeiro, nesta sexta-feira (11/6)

atualizado 11/06/2021 9:52

Operação da PF mira em mãe que entregou filho para adoção ilegal na AlemanhaPF/Divulgação

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta sexta-feira (11/6), a Operação Kinder, que investiga o tráfico internacional de uma criança para adoção ilegal na Alemanha.

As diligências da PF tiveram início em 24 de agosto do ano passado e apontam que houve associação de esforços entre os participantes do esquema criminoso para viabilizar o registro ideologicamente falso de criança recém-nascida, de forma a constar como pai biológico um cidadão angolano, com cidadania portuguesa, mas residente na Alemanha.

Além disso, foi possível comprovar que a vítima deixou o Brasil em 11 de fevereiro do ano passado, ocasião em que foi transportada para o território alemão.

A ação desta sexta visa cumprir mandado de busca e apreensão, expedido pela 4ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, na residência da mãe da criança traficada, localizada no bairro de Anchieta.

Os suspeitos responderão pelo crime previsto no artigo 149 -A, IV, § 1º, I e IV, do Código Penal, cuja pena máxima pode chegar a 8 anos de reclusão, aumentada de 1/3 até a metade.

O próximo passo dos policiais federais é levar os fatos ao conhecimento das autoridades alemãs, por meio da Cooperação Jurídica Internacional.

Últimas notícias