Laudo: menina foi morta com crueldade e golpes de martelo ou picareta

Lara Maria Oliveira Nascimento, 12 anos, desapareceu quando ia comprar refrigerante em Campo Limpo Paulista, no interior de São Paulo

atualizado 30/03/2022 15:52

Lara Maria Oliveira Nascimento, 12 anos, foi assassinada com ao menos quatro golpes de martelo ou picaretaReprodução

São PauloLara Maria Oliveira Nascimento, 12 anos, foi assassinada com, ao menos, quatro golpes de martelo ou picareta que causaram traumatismo craniano, apontou o laudo do Instituto Médico Legal (IML).

A adolescente desapareceu em 16/3 ao sair comprar um refrigerante em um mercadinho próximo a sua casa, em Campo Limpo Paulista, no interior de São Paulo. O corpo da adolescente foi encontrado três dias depois, em uma área de mata em Francisco Morato, cidade vizinha.

O legista indicou no laudo que verificou sinais de crueldade, segundo o G1. O relatório do IML revelou ainda que a substância encontrada no corpo da adolescente era cal.

0

A perícia nas unhas da menina deve apontar vestígios de DNA do assassino, acredita a polícia. As análises estão sendo feitas em Jundiaí e na capital de São Paulo.

Suspeito

O Tribunal de Justiça de São Paulo decretou, na segunda-feira (28/3), a prisão temporária do suspeito de assassinar a menina. A polícia fez nesse mesmo dia uma perícia no veículo desse homem, afirmou o advogado da família, Fábio Costa, ao G1.

Imagens de câmeras de segurança mostram que o suspeito esteve próximo ao local que Lara foi vista pela última vez.

O homem foi ouvido pela polícia informalmente por telefone. Posteriormente, foi intimado para dar depoimento na delegacia, mas não compareceu. Veja o vídeo:

A polícia não conseguiu localizá-lo. O veículo que aparece nos vídeos das câmeras de segurança foi encontrado em outro município e foi apreendido.

Desaparecimento

A morte de Lara foi registrada como homicídio. A menina de 12 anos desapareceu em 16/3, por volta de 13h. Ela saiu de casa para ir comprar refrigerante em uma mercearia a 500 metros da sua residência e não voltou mais. Os pais registraram o sumiço da menina por volta de 15h, quando foram iniciadas as buscas.

A área onde o corpo foi achado foi examinada por peritos e policiais. Antes de encontrarem a adolescente, os agentes usaram cães farejadores para ajudar nas buscas nos últimos três dias.

Mais lidas
Últimas notícias