Justiça bloqueia bens de empresa por golpe em formatura de medicina

Decisão judicial determinou, nesse domingo (22/1), bloqueio que soma R$ 3 milhões em bens da empresa catarinense Brave Brazil

atualizado 25/01/2023 10:32

Arquivo Pessoal

A Justiça do Paraná bloqueou, nesse domingo (22/1), os bens de uma empresa catarinense acusada de dar um golpe milionário em uma turma de formatura de medicina de Maringá (PR). O caso é investigado como estelionato, após formandos e fornecedores alegarem prejuízos com o cancelamento da festa na véspera do evento, marcado para o último sábado (21/1).

O pedido liminar de bloqueio de bens físicos da Brave Brazil foi parcialmente deferido pelo juiz Jaime Souza Pinto Sampaio. A decisão determina o arresto físico e a remoção de veículos e objetos de propriedade da empresa que somem até R$ 3 milhões, valor do contrato assinado com a comissão de formatura.

Leia a matéria completa no portal NSC Total, parceiro do Metrópoles.

Mais lidas
Últimas notícias