*
 

O governo publicou no Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira (6/3), a nomeação de cinco novos diretores do Departamento de Polícia Federal, agora pertencente ao recém-criado Ministério Extraordinário da Segurança Pública. As mudanças ocorrem depois que o ministro da nova pasta, Raul Jungmann, trocou o diretor-geral da Polícia Federal, saindo Fernando Segovia e entrando para o posto o delegado federal Rogério Galloro.

De acordo com a edição desta terça (6) do Diário Oficial, Jungmann e Galloro exoneraram cinco dos seis diretores nomeados por Segovia. O único mantido no cargo é Amaury Alan Martins de Souza Junior, da Diretoria Técnico-Científica. O comando da PF é formado pelo diretor-geral, seis diretorias e a Corregedoria-Geral.

Assim, foram exonerados: Sandro Torres Avelar (Diretoria Executiva), Clyton Eustaquio Xavier (Gestão de Pessoal), Eugenio Coutinho Ricas (Investigação e Combate ao Crime Organizado), Alfredo Jose de Souza Junqueira (Administração e Logística Policial) e Cláudio Ferreira Gomes (Inteligência Policial).

Os novos diretores nomeados são: Silvana Helena Vieira Borges (Diretoria Executiva); Delano Cerqueira Bunn (Gestão de Pessoal); Elzio Vicente da Silva (Investigação e Combate ao Crime Organizado); Fabricio Schommer Kerber (Administração e Logística Policial); e Umberto Ramos Rodrigues (Inteligência Policial).

Além da Diretoria Técnico-Científica, o Diário Oficial de hoje também não traz mudança na Corregedoria-Geral da PF, cujo titular é Omar Gabriel Haj Mussi.