*
 

Santhiago Camargo, de apenas 16 anos, morreu com um tiro no peito quando tentava tirar uma selfie segurando a arma de um policial militar. A tragédia ocorreu no fim da tarde desta sexta-feira (9/11), em Cidade Líder, Zona Leste de São Paulo. As informações são do jornal O Globo.

Segundo a publicação, Santhiago estava no apartamento de uma vizinha, que é filha de um casal de policiais militares, no momento do disparo. Não havia nenhum adulto no local quando os menores e mais um amigo brincavam com a arma.

Os dois sobreviventes contaram à polícia que a vítima encontrou a pistola calibre .40 no quarto dos pais da amiga. Ele teria parado em frente a um espelho e apontado a arma em direção ao seu peito para tirar uma foto com o celular. Nesse momento, o revólver disparou e o adolescente morreu na hora.

Em depoimento, o dono da arma disse que a deixou guardada dentro de uma caixa na parte superior de um armário, atrás de outros objetos. De acordo com a PM, o caso foi registrado como morte suspeita de cunho acidental. A perícia realizada inicialmente corrobora com a versão dada pelos dois jovens que estavam no apartamento no momento da tragédia.