metropoles.com

Jovem internada após cheirar pimenta deve passar por nova cirurgia

Segundo a mãe de Thais Medeiros, a jovem passará por procedimento para a retirada de abscessos. Thais está internada há cinco meses

atualizado

Compartilhar notícia

Reprodução/Redes sociais
Foto colorida de Thais Medeiros, jovem internada após cheirar pimenta - Metrópoles
1 de 1 Foto colorida de Thais Medeiros, jovem internada após cheirar pimenta - Metrópoles - Foto: Reprodução/Redes sociais

Goiânia – A trancista Thais Medeiros de Oliveira, 25 anos, internada há cinco meses após cheirar uma conserva de pimenta-bode, em Anápolis, a cerca de 55km da capital goiana, deve passar por nova cirurgia. Por meio das redes sociais, a mãe da jovem, Adriana Medeiros, informou que ela precisará ser submetida a um procedimento para a retirada de abscessos.

Segundo Adriana, o procedimento que, inicialmente, ocorreria no último sábado (15/7), foi adiado para esta segunda-feira (17/7), às 13h.

Recuperação

De acordo com Adriana, o caso da filha inspira muitos cuidados. Segundo ela, a parte neurológica está indefinida, conforme explicações da equipe médica. “A Thais continua internada. Amanhã, ela passará por uma cirurgia nos trocânteres para retirada de abscessos. O estado clinico dela é bom, mas a parte neurológica ainda é uma incógnita, segundo os médicos, muito difícil, mas, para os médicos dos médicos, nada é impossível, só ele sabe de todas as coisas, e vamos continuar lutando todos os dias pela vida da nossa filha”, disse ela.

Adriana não sabe quando a filha sairá do hospital. “Ainda não temos uma data certa para receber alta e ir para casa, pois, de um dia para o outro, tudo muda e o que era expectativa vira uma incerteza sem fim. A única certeza que temos é de que precisamos de muitas orações e pensamentos positivos. Peço que continuem com as correntes de orações, pois nós iremos ficar firme na presença do Senhor dure o tempo que durar”, afirmou a mãe da jovem.

Infecções

Thais tem sofrido com uma série de infecções, como de urina e até um fungo que surgiu após outro procedimento cirúrgico. Para receber Thais em casa, a família deverá montar uma espécie de unidade de terapia intensiva (UTI) no local.

Os parentes de Thais chegaram a criar uma vaquinha on-line para pagar o tratamento da jovem. De acordo com Adriana, a família da jovem se sustenta atualmente com o salário do marido dela, que trabalha com vendas na internet.

Thais está internada no Centro de Reabilitação e Readaptação (Crer), em Goiânia, capital de Goiás. A jovem teve um edema cerebral após cheirar uma conserva de pimenta-bode durante um almoço em família, em 17 de fevereiro.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comNotícias Gerais

Você quer ficar por dentro das notícias mais importantes e receber notificações em tempo real?

Notificações