Jovem é atingido por bala perdida dentro de casa e morre nos braços da irmã

De acordo com a mãe, Maria José, a vítima morreu após se levantar da cama para tomar café da manhã, por volta das 7h

atualizado 19/10/2020 14:15

Jovem é morto por bala perdida dentro de casa no RioReprodução

Um jovem de 23 anos, identificado como Caio Gomes Soares, foi morto dentro de casa, na manhã desta segunda-feira (19/10), no Catumbi, região central do Rio de Janeiro. O rapaz foi atingido por uma bala perdida após levantar da cama para tomar café da manhã, por volta das 7h, e morreu nos braços da irmã. As informações são do G1.

De acordo com a mãe da vítima, Maria José, o garoto morreu com o suco na mão. Outros moradores da região informaram que o tiroteio teve início após policiais militares chegarem à comunidade e confrontarem traficantes.

Caio era formado em Educação Física pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj) e dava aula para idosos, além de realizar eventos. Ele morava com a mãe e a irmã em um imóvel próximo ao Túnel Santa Barbara.

“Um menino todo do bem e de repente isso. Sabe? É muito triste porque você vem de outro estado, trabalha em casa de família. Dá toda a educação para seus dois filhos, forma seus filhos. É muito difícil isso, de repente”, afirmou Maria José, que criou os filhos sozinha.

O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) para procedimentos cabíveis e a Delegacia de Homicídios da Capital (DHC) realizou a perícia no local. As investigações estão em andamento.

A Polícia Militar informou, em nota, que os agentes estiveram na comunidade para checar uma denúncia de que um policial teria sofrido uma abordagem criminosa e sido levado para o interior do Morro da Coroa e foram recebidos a tiros.

“Assim que as equipes chegaram às vias de acesso à comunidade, criminosos dispararam tiros do alto do Morro da Coroa em direção aos policiais, dando início a um confronto. Após o confronto, as equipes não confirmaram a informação de que um policial teria sido levado por criminosos”, diz a nota.

Últimas notícias