Motorista de app pode ter transportado jovem sumida em Copacabana

A estudante Sabrina Pereira, de 16 anos, desapareceu na última segunda-feira (25/10), após deixar um bilhete

atualizado 28/10/2021 13:27

Sabrina Cartaxo deixou recado dizendo que ia caminharReprodução

Rio de Janeiro – Um motorista de aplicativo entrou em contato com a mãe da estudante Sabrina Freitas Cartaxo Pereira, de 16 anos, desaparecida na última segunda-feira (25/10), e revelou ter transportado uma jovem de Copacabana para o bairro de Realengo, na data, horário e endereço compatíveis com o sumiço da adolescente.

O local de destino da corrida também é familiar. “Pelo que o motorista afirmou, ela ficou na casa do avô. E chamou a atenção o solicitante da viagem, Pedro, nome do namorado da minha filha”, diz a empresária Mariana Cartaxo, 34, mãe de Sabrina, ao Metrópoles.

0

A estudante saiu de casa carregando uma mochila, encontrada vazia na casa do avô, e deixou um bilhete avisando à mãe que estava indo fazer uma caminhada. Como o Metrópoles mostrou com exclusividade, câmeras do circuito interno de vídeo do prédio onde a menina mora, em Copacabana, registraram o momento em que ela saiu de casa e desapareceu. Assista:

Investigadores da Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA) assumiram a investigação e solicitaram à Justiça o rastreamento do celular de Sabrina. A mãe da jovem deverá ser ouvida pelos policiais na tarde desta quinta-feira (28/10).

“Vou contar o que sei e levar essas informações da denúncia feita pelo motorista de aplicativo. Preciso encontrar minha filha”, desabafa Mariana.

Mais lidas
Últimas notícias