Sem lembranças, Joice acorda em “poça de sangue” e acha que sofreu atentado

Deputada federal pelo PSL de São Paulo acredita que foi vítima de um atentado. "Acordei sem saber quanto tempo fiquei desacordada"

atualizado 22/07/2021 21:08

joice hasselmann com fraturasReprodução

A deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) se recupera de cinco fraturas no rosto e uma na costela, além de alguns cortes pelo corpo, depois de ter supostamente sofrido um ataque em casa.

Em entrevista à coluna de Bela Megale, no Globo, a parlamentar contou que estava assistindo a uma série em sua cama, no apartamento funcional que usa em Brasília, na noite do último sábado (17/7), quando “apagou” e só acordou 7 horas depois, sem se lembrar do que tinha acontecido.

“Acordei em uma poça de sangue sem saber quanto tempo fiquei desacordada. A hipótese que eu mais acredito é que sofri um atentado”, disse ela. Joice alega que não estava sozinha no local, mas o marido, o neurocirurgião Daniel França, dormia em outro quarto.

Veja fotos:

0

 

Joice contou, em entrevista ao SBT, que havia dispensado mais cedo a segurança que recebe da Câmara.

“À noite, quando eu volto pra casa, eu dispenso a Depol [Polícia Legislativa] porque, teoricamente, eu estou em segurança, eu estou em um prédio onde tem segurança lá embaixo, que são seguranças da Câmara. Apesar das ameaças de morte que constantemente eu recebo, eu nem levo mais tanto a sério. Já levei, mas não levo mais, então dispensei, como toda noite eu faço”, disse.

“Não posso dizer que foi um desafeto político ou mesmo se foi alguém que entrou na minha casa. Mas esse é um local público, a chave de um apartamento funcional não é uma chave que fica só comigo, outras pessoas em departamentos da própria Câmara têm. E pessoas já passaram pela minha casa, já trabalharam aqui, já tiveram cópia da chave. Então, seria muito simples e muito óbvio eu dizer: ‘Olha, eu tenho desafetos políticos, me ameaçam de morte, eu vou culpar fulano’. Mas vamos deixar as investigações seguirem”, completou a parlamentar.

Joice contou também que quem a socorreu foi seu marido, para quem ligou às 7 horas da manhã porque não conseguia se levantar.

Próximos passos

“Já estou em contato com a Polícia Legislativa. Eles vão investigar o caso e solicitarão as imagens das câmeras do prédio para analisar a movimentação. Já fiz esse pedido aos policiais. Amanhã eu prestarei depoimento e indicarei testemunhas, como meu marido, funcionários da casa e porteiros do prédio – disse ela. O vigia do edifício da deputada afirmou à coluna que os vídeos foram pedidos pela Polícia Legislativa”, disse ainda Joice Hasselmann.

Últimas notícias