João de Deus deixa prisão para realizar tomografia no pronto-socorro

Em julho, o réu foi liberado para receber visitas médicas dentro do presídio. Ele responde a 11 ações penais na Justiça

Igo Estrela/Metrópoles

atualizado 23/08/2019 17:07

O líder religioso João de Deus deixou o presídio em Goiás nesta sexta-feira (23/08/2019) para fazer uma bateria de exames no hospital de Aparecida de Goiânia. A liberação foi permitida após o médium alegar sentir tonturas decorrentes de quedas na cadeia. As informações são do G1.

“Foi solicitada a tomografia por causa da última queda que ele sofreu, no início deste mês, quando bateu a cabeça. Depois disso, ele começou a sentir muita tontura e fraqueza. Então, o médico decidiu pedir para saber se foi algo vinculado à queda ou se é devido à própria deterioração do estado de saúde dele”, disse o advogado de defesa, Anderson Van Gualberto de Mendonça.

O médium foi escoltado ao pronto-socorro às 9h45 e deixou a unidade 20 minutos depois. A Diretoria-Geral de Administração Penitenciária informou que aguarda documentação da defesa oficializando as reclamações de João de Deus para tomar as medidas cabíveis. Em julho, o réu foi liberado para receber visitas médicas dentro do presídio.

João Teixeira de Faria responde a 11 ações penais na Justiça, nove envolvendo acusações de crimes sexuais e duas de porte ilegal de armas. Também está em andamento ação civil pública que pede ressarcimento por danos morais.

Últimas notícias