Itamaraty cobra explicação sobre 34 missionários deportados da Angola

Informações apontam que o grupo em questão é de missionários da Universal. Alguns deles trabalhavam no país africano há mais de 20 anos

atualizado 13/05/2021 22:11

ItamaratyMarcello Casal Jr/ Agência Brasil

O ministro das Relações Exteriores, Carlos França, convocou uma reunião com o embaixador da Angola para solicitar esclarecimentos sobre a deportação de brasileiros. O pedido para a conversa foi feito nesta quinta-feira (13/5). O ministro pede explicações sobre “os aspectos legais associados ao caso”.

De acordo com informações do R7, o grupo em questão é de missionários da Universal. Alguns deles trabalhavam no país africano há mais de 20 anos em projetos sociais e “foram expulsos em meio a uma perseguição religiosa e política que acontece há cerca de um ano”, afirma o portal.

0

Em nota, o Itamaraty afirmou que, na noite de terça-feira (11), nove dos 34 cidadãos brasileiros embarcaram para o Brasil. O comunicado feito à imprensa ainda diz que “o embarque transcorreu com tranquilidade, por meio de apresentação voluntária, e deu-se na presença de dois funcionários consulares brasileiros, que acompanharam o processo ao longo de todo o dia, prestando a plena assistência consular a que fazem jus os cidadãos do nosso país”.

“A pedido de Carlos França também foi assegurado aos demais brasileiros, que não conseguiram embarcar na noite de terça-feira, o direito de aguardar o embarque em suas residências”, diz o comunicado.

0

Últimas notícias