Insumos chineses para produção de 8,6 milhões de doses da Coronavac chegam na quarta

Governo de São Paulo anunciou que carga com os itens necessários para fabricação de novas vacinas está a caminho do Brasil

atualizado 08/02/2021 12:10

O Governador João Doria acompanha nesta sexta-feira (18) a chegada em São Paulo no aeroporto de Guarulhos, da terceira remessa da vacina Coronavac, desta vez num lote de 2 milhões de doses, enviados pela farmacêutica chinesa Sinovac Life ScienceFábio Vieira/Metrópoles

São Paulo – O governo de São Paulo anunciou que uma carga com 5.400 litro de insumos farmacêuticos ativos (IFAs) para a produção de novas doses da vacina Coronavac chegará a São Paulo na próxima quarta-feira (3/2). A carga estaria, neste momento, em um aeroporto de Pequim, na China, aguardando apenas autorização para que o avião possa decolar.

0

Segundo o governo, essa quantidade de matéria-prima é suficiente para a produção de 8,6 milhões de doses da vacina Coronavac.

O período estimado entre o processamento da matéria-prima, nos laboratórios do Instituto Butantan, e a entrega das doses prontas para a aplicação varia de 15 a 20 dias.

Das 8,6 milhões de doses, cerca de 410 mil permanecerão em São Paulo, que já tem mais de 380 mil pessoas vacinadas até a manhã deste domingo (31/1).

Mais lidas
Últimas notícias