INSS prorroga suspensão de atendimento presencial em agências até julho

Medida foi adotada a partir de março, devido à pandemia de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus

Fachada Previdência SocialRafaela Felicciano/Metrópoles

atualizado 22/05/2020 9:55

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), responsável pelo pagamento de aposentadorias, benefícios e auxílios,  prorrogou o atendimento remoto até julho.

As agências pararam de receber beneficiários em março, devido à pandemia de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. A nova data foi publicada nesta sexta-feira (22/05) no Diário Oficial da União (DOU).

As agências da Previdência Social manterão plantão reduzido, destinado exclusivamente a prestar esclarecimento aos segurados e beneficiários quanto à forma de acesso aos canais de atendimento remoto.

Os servidores do INSS e da Subsecretaria da Perícia Médica Federal, que não estiverem alocados ao plantão atuarão em regime de trabalho remoto, sujeito a metas de desempenho.

“Serão observados procedimentos operacionais de simplificação e dispensa de exigências, inclusive em relação à perícia médica, na forma de atos a serem editados pela Secretaria de Previdência e pelo INSS”, frisa a portaria.

Nas localidades em que se tornar inviável a manutenção do plantão, será dada divulgação aos segurados e beneficiários para que recorram às orientações por meio da central de atendimento 135.

Últimas notícias