Influenciadora é morta a facadas pelo marido em Valinhos (SP)

Bruna Quirino foi vítima de feminicídio neste domingo (5/9). 0 homem ainda tentou atacar a filha do casal e tirou a própria vida logo depois

atualizado 06/09/2021 10:10

Bruna Quirino, de 38 anos era influenciadora digital na cidade de Valinhos (SP)Reprodução/Instagram

Uma influenciadora digital de 38 anos foi vítima de feminicídio na noite deste domingo (5/9), em Valinhos, no interior de São Paulo. Bruna Quirino foi morta a facadas pelo próprio marido, Rodrigo Quirino, de 40 anos, em um condomínio no bairro Bom Retiro.

Depois de assassinar a esposa, o agressor tentou atacar a própria filha, de 20 anos. Na sequência, o homem tirou a própria vida. De acordo com a Polícia Civil, a arma utilizada no crime foi apreendida, assim como dois celulares. Os objetos vão passar por perícia.

A Guarda Municipal foi chamada por volta das 23h para atender uma briga de casal. Ao chegar na residência, a mulher já foi encontrada morta ao lado do corpo do marido.

Ainda conforme a GM, a vítima tentou sair do apartamento e pedir socorro após ser esfaqueada, mas caiu na escadaria do prédio. Na sequência, o marido cometeu suicídio. O caso foi registrado no plantão policial do município como homicídio, suicídio e violência doméstica. A investigação vai ficar a cargo 1º Distrito Policial de Valinhos.

0
Vídeos com o marido

Bruna Quirino era influenciadora e somava mais de 25,4 mil seguidores no Instagram. Ela fazia publicidade sobre moda, beleza e cabelo, além de ser professora de zumba em uma academia de Valinhos.

Dois dias antes de ser morta, a mulher compartilhou um vídeo feito com o marido, onde fazia uma paródia de como é ser patroa do próprio esposo. Bruna tinha o costume de mostrar sua rotina e alguns vídeos tinham a participação de Rodrigo.

Em seu perfil no Instagram, o agressor se definia como “casado, pai, família e feliz”. Na tarde de domingo, horas antes de ser assassinada, a vítima fez postagens informando aos seguidores que gravaria vídeos para o canal dela no YouTube.

Últimas notícias