Incêndio em centro para dependentes químicos deixa 11 mortos no RS

Segundo a Polícia Civil, 15 pessoas estavam no Cetrat de Carazinho. Duas conseguiram se salvar, duas estão internadas e há um desaparecido

atualizado 24/06/2022 16:12

Incêndio em centro de dependentes químicos no Rio Grande do SulCorpo de Bombeiros do Rio Grande do Sul/Divulgação

O Centro de Tratamento e Apoio a Dependentes Químicos de Carazinho (Cetrat) de Carazinho, no Rio Grande do Sul, foi destruído por um incêndio no fim da noite de quinta-feira (23/6). Segundo o Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul (CBMRS), 11 pessoas morreram e quatro ficaram feridas.

Segundo a Polícia Civil do Rio Grande do Sul, as vítimas têm entre 30 e 70 anos de idade. Do total, dez pessoas morreram no local, carbonizadas. A 11ª vítima faleceu após chegar ao hospital.

Entre os feridos há uma pessoa internada em estado grave. Segundo a Polícia Civil do estado, havia 15 pessoas no local. Esse foi o incêndio com maior número de vítimas já registrado no município.

Imagens divulgadas nas redes sociais mostram a área do Cetrat completamente coberta por chamas e fumaça. Veja:

Ainda não se sabe a causa do incêndio. De acordo com as forças de segurança, os dormitórios do centro de tratamento ficavam localizados em uma área com madeira. O espaço foi consumido pelas chamas.

Segundo o Corpo de Bombeiros, alguns dos corpos foram encontrados próximo às janelas, indicando que parte das vítimas tentou sair do centro durante o incêndio.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

Mais lidas
Últimas notícias