Imagens de médicos mortos por Covid-19 são projetadas em prédio de SP. Veja

As fotos foram ampliadas a um tamanho gigantesco para relembrar cerca de 40 médicos que morreram durante a pandemia

atualizado 18/10/2020 21:18

Imagens de médicos vítimas da Covid-19 são projetadas em prédio de SPFábio Vieira/Especial para o Metrópoles

São Paulo (SP) — O Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) marcou o Dia do Médico, neste domingo (18/10), projetando na antiga sede do órgão imagens de profissionais mortos em decorrência da Covid-19.

Foram dezenas de fotos ampliadas a um tamanho gigantesco para relembrar cerca de 40 médicos que morreram durante a pandemia. No total, o número de mortes por Covid-19 chegou a 153.905, neste domingo (18/10), em todo o país.

Em junho, uma ação semelhante foi realizada, mas com a projeção de fotos de médicos que estão na linha de frente.

Ao Metrópoles, o conselheiro do Cremesp Edoardo Vattimo, coordenador de Comunicação da entidade, alertou a população brasileira para a possibilidade, em meio à reabertura generalizada, de uma segunda onda de casos do novo coronavírus, como tem acontecido na Europa.

“Isso [segundo onda de Covid-19] é realmente uma possibilidade. A orientação é que sigam as orientações das autoridades sanitárias, falem com seus médicos e tomem cuidado ao compartilhar qualquer informação”, disse o médico.

0

As ações fazem parte de campanha criada pela agência Africa, que inclui ainda o agradecimento aos médicos que permanecem atuando na linha de frente contra o Sars-CoV-2, com vídeo e mensagens em redes sociais e no site do conselho.

“Essa projeção é só uma das ações. Hoje a gente fez um culto ecumênico. Foi uma coisa emocionante, as famílias ficaram emocionadíssimas. Eu, que estava apresentando o culto, não conseguida nem falar no final”, contou Vattimo.

Últimas notícias