Ifood bane mulher acusada de racismo contra entregador em Goiânia

O Condomínio Aldeia do Vale afirmou que mulher não é moradora do local

atualizado 28/10/2020 13:07

Mensagens recebidas por dona de hamburgueria mostram texto racista contra entregadorRedes sociais/Reprodução

O Ifood, empresa de entrega de comida pela internet, baniu a mulher que praticou racismo contra um entregador por aplicativo, em Goiânia. No último domingo (25/10), a cliente disse que o entregador não seria autorizado a entrar no Condomínio Aldeia do Vale por ser negro. Ela ainda pediu um motoboy branco. Condomínio afirmou que mulher não é moradora do local.

O cliente que fez o pedido chegou a enviar mensagens para a hamburgueria. “Esse preto não vai entrar no meu condomínio”, “Mandar outro motoboy que seja branco“, “Eu não vou permitir esse macaco“, lê-se.

Leia mais em Mais Goiás, parceiro do Metrópoles.

Últimas notícias