“Honrado”, diz nota da vice sobre Mourão assumir conselho

Bolsonaro atribuiu ao general o comando do Conselho da Amazônia, que vai integrar as ações da Esplanada pela proteção da região

MARCELO CHELLO/CJPRESS/ESTADÃO CONTEÚDOMARCELO CHELLO/CJPRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

atualizado 21/01/2020 17:46

Uma nota divulgada pela vice-Presidência da República nesta terça-feira (21/01/2020) diz que o general Hamilton Mourão está “honrado” com a missão de coordenar o Conselho da Amazônia, criado nesta manhã pelo chefe do Executivo, Jair Bolsonaro (sem partido).

No próximos dias, informou o texto, Mourão vai emitir as “diretrizes adequadas” à tarefa, uma vez que está “tomando as providências” acerca do cargo.

“O Conselho da Amazônia, criado hoje pelo Presidente da República Jair Bolsonaro, tem por objetivo integrar as ações dos ministérios em prol da proteção, defesa e desenvolvimento sustentável da região”, escreveu.

O texto ressaltou ainda a “excepcional importância” que Bolsonaro dá à Amazônia e ao Brasil “de uma maneira geral, sempre de acordo com as responsabilidades assumidas soberanamente pelo Brasil nos fóruns internacionais”.

“A decisão do Presidente Bolsonaro denota a excepcional importância que ele concede à Amazônia, não somente à sua preservação, como ao seu desenvolvimento de forma sustentada”.

Incêndio
No ano passado, a Amazônia teve milhares de focos de incêndio, que despertaram reações de autoridades internacionais. Bolsonaro, contudo, minimizou o fogo e disse que incêndios florestais ocorriam no mundo todo. A Austrália, a partir do fim do ano passado, por exemplo, teve de enfrentar uma situação ainda mais dramática que a brasileira no combate ao fogo.

“Incêndios florestais existem em todo o mundo e não podem servir de pretexto para sanções internacionais. Somos um país amigo de todos e responsável pela proteção da Floresta Amazônica”, sustentou em um pronunciamento à cadeia nacional de rádio e televisão na época.

Mourão
O general publicou, em sua conta oficial do Twitter, um agradecimento ao chefe do Executivo. “Agradeço ao presidente Jair Bolsonaro a confiança em mim depositada ao incumbir-me da coordenação do Conselho da Amazônia, criado para integrar as ações dos ministérios em prol da proteção, defesa e desenvolvimento sustentável da região”, escreveu.

“A Selva nos une e a Amazônia nos pertence!”, finalizou Mourão.

Últimas notícias