Homem usa cabo de celular para matar namorada em comunidade no Rio

A Delegacia de Homicídios investiga o caso. O Portal dos Procurados oferece R$ 1 mil por informações que levem à prisão do criminoso

atualizado 04/03/2021 17:24

Portal dos Procurados oferece recompensa por homem que matou namoradaDivulgação - Portal dos Procurados

Rio de Janeiro – A Delegacia de Homicídios do Rio de Janeiro investiga o assassinato de uma empregada doméstica pelo namorado com o cabo de celular, na comunidade de Rio das Pedras, zona oeste do Rio de Janeiro. O Portal dos Procurados divulgou, nesta terça-feira (4/3), um cartaz com recompensa de R$ 1 mil para informações que levem à prisão do criminoso. Luciano de Gouveia, o Magrão ou Luciano Paixão, de 34 anos, é o principal suspeito, considerado foragido da Justiça.

O crime aconteceu no dia 22 de janeiro. De acordo com as investigações, ele amarrou Selma de Maria Silva Almeida, de 49 anos, na cama e usou um cabo de carregador de celular para estrangular a vítima. O crime só foi descoberto porque o agressor publicou fotos da mulher nas redes sociais.

O casal teria convivido durante mais de um ano, antes de Luciano começar a agredi-la. Testemunhas revelaram que ele já havia fraturado a mandíbula de Selma. Quando soube que a vizinhança havia socorrido a companheira, ficou ainda mais violento.

Ainda segundo investigações, ele seria procurado pelo crime de estupro de vulnerável, na Paraíba. Contra o criminoso consta um mandado de prisão, expedido pela 1ª Vara Criminal da capital, pelo crime de feminicídio.

Últimas notícias