Grupo com símbolo nazista dispara tiros em bar perto da Unicamp

Caso ocorreu na sexta à noite na cidade de Campinas, em SP. Universitária disse ter visto uma suástica na roupa de um dos agressores

atualizado 07/05/2022 17:45

Bar do Ademir, onde ocorreu episódio racista em CampinasDIVULGAÇÃO

Estudantes que estavam em um bar em frente à moradia dos alunos da Universidade de Campinas (Unicamp), na cidade de Campinas (SP), viveram momentos de tensão na noite de sexta-feira (6/5). 

Segundo testemunhas, integrantes de um grupo de motociclistas se aproximaram do “Bar do Ademir”, localizado no Distrito de Barão Geraldo, ameaçaram pessoas negras, agrediram o dono do estabelecimento comercial e fizeram disparos para o alto. As informações são do portal g1.

Uma universitária disse ter visto uma suástica, símbolo nazista, na roupa de um dos agressores. Segundo o DJ Eugênio Rodrigues, que tocava no bar no momento da confusão, foram feitos três disparos. O lugar estava lotado quando a ação aconteceu.

“Um dos rapazes, após os disparos, apontou a arma pra mim e ameaçou atirar”, contou o DJ.

O grupo ficou no local por cerca de 10 minutos antes da chegada da Polícia Militar. 

“O homem deu um soco na cara do dono do bar e sacou um revólver. Começou a confusão e depois ele [agressor] começou a imitar um macaco”, disse um dos estudantes.

“Quando vi a arma, fiquei desesperado, até paralisei. […] O bar tem mais de 20 anos. Nunca tinha passado por uma situação dessa. Pra mim, foi racismo. Não tem por quê, eles nem estavam no bar consumindo nada”, afirmou o dono do bar.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

Mais lidas
Últimas notícias